Vaidade do dia

Só hoje tive conhecimento: em Disciplina do Curso de Desenho/Arquitetura, da Universidade Lusófona, as professoras responsáveis fazem uso de "textinho" meu - ver aqui. É bom saber da utilidade daquilo que escrevo! Obrigada!

BREVES DESABAFOS| sobre a humildade...

Das qualidades que mais admiro, e valorizo, no ser humano é a HUMILDADE. Reparo que muitos são os que manifestam uma necessidade, quase irracional, de se sentirem importantes, os mais importantes. Esquecem-se é que nem sempre o mais importante é o melhor!
Li algures: "para ser humilde não precisa ser pobre". Ora essa, claro que não! Muito pelo contrário. Para se ser humilde é preciso ser-se rico, muito rico. Mas claro...falo de outra riqueza.

CONFISSÕES

Gosto de me deixar levar pelo desconhecido, afinal é isso que me faz andar para a frente...

Som do Dia| Explosions in the Sky - It's Natural to be Afraide

CONFISSÕES

Gosto de um bom mistério e de pessoas misteriosas. Ninguém é transparente, todos temos os nossos segredos. Contudo, eu gosto mesmo é de pessoas reservadas e enigmáticas. Depois de as "descobrir" posso até desiludir-me (ou encantar-me para sempre!), mas é desafiante todo o percurso até à descoberta (ou semi-descoberta!) do mistério, do enigma. O que verdadeiramente me fascina é o dar asas à minha imaginação, são os "filmes" criados pelo meu cérebro, é a leitura das entrelinhas, são as análises de comportamentos,...É o "quebra-cabeças" em si!!...
Daí o óbvio me aborrecer tanto!

"FOMO" (Fear of Missing Out), sabem o que significa?

O "medo de ficar de fora" (traduzindo à letra) é sentido por cada vez mais pessoas que usam as redes sociais. Segundo o estudo Connecting and Communicating Online: State of Social Media, pela MyLife, esta ansiedade surge quando alguém tem medo de perder eventos, informações e posts importantes dos amigos.
Avaliem os vossos níveis de ansiedade quando sabem que não vão poder ligar-se a uma rede social: AQUI

Julgamentos

Em 1978, foi atribuído a Herbert Simon o Prémio Nobel da Economia pelo seu estudo sobre a “Racionalidade Limitada”. Nesse estudo demonstra que, habitualmente, somos pouco sistemáticos e racionais na tomada de decisão, que apresentamos uma capacidade limitada para processar e avaliar as informações das diversas alternativas possíveis e que tendemos a usar estratégias elementares invocando apenas alguns aspetos das noções disponíveis.
Segundo a sua teoria sobre a racionalidade limitada, ao usarmos este tipo de estratégias, devido às nossas limitações cognitivas acabamos por adotar decisões “irracionais” que se revelam, por vezes, pouco acertadas ou até irresponsáveis quando efetuadas sob circunstâncias de incerteza. Estas limitações reforçam a ideia de parar para pensar. É indispensável que qualquer decisão que tomemos tenha como base uma atitude de humildade, na qual procuramos adquirir o conhecimento necessário para desencadear um pensamento crítico e criterioso, que passa por pôr em questão todos os argumentos que utilizamos e despender o tempo e o esforço necessários para pensarmos por nós próprios de uma forma racional. Porque as decisões devem ser tomadas sem subterfúgios como crenças, demagogias ou uma falsa consciência grupal.

Não estamos apenas a tentar interpretar o mundo e a dar uma mera opinião, mas sim a participar na sua transformação.

O próximo video, de apenas 51 segundos, demonstra como é habitual recorrermos a "atalhos mentais" nos nossos julgamentos...

PENSAMENTOS SOLTOS

Para quê fazer ouvidos moucos às emoções? Ninguém é livre à margem daquilo que sente. A liberdade conquista-se com a genuinidade.
Para quê reprimir a alegria, a paixão, a raiva, a tristeza, a surpresa, ...? Todas as emoções, todas sem exceção, são negativas quando reprimidas.

Honestamente?! Hoje sinto-me assim...

DOS DIAS DE OUTONO

Deste fim-de-semana...mais uma aquisição em feira de velharias!
© Fotografias| Liliana Fernandes - Butterflies & Hurricanes

Gosto de pensar que qualquer grande mudança na minha vida ocorrerá no aqui e agora. Iniciando com outras pequenas e, aparentemente, insignificantes mudanças - sou "simpatizante" da teoria do caos! A ideia central desta teoria é a de que uma pequenina mudança no início de uma sequência de acontecimentos (por exemplo) pode trazer consequências enormes e absolutamente desconhecidas no futuro. Pode parecer assustador, mas basta pensarmos em simples situações da nossa vida para perceber o quão sentido faz esta teoria. 
Por isso, decide-te e avança! Afinal, a lei é só uma: ação, reação, repercussão.
Boa Semana!

DO FIM-DE-SEMANA...

Tal como referi numa publicação recente, sou fã da música naif, repleta de sentimento e paixão de Noiserv. Este fim-de-semana, e pela quinta vez, assisti a um concerto seu. Desta vez em Monção, no Cine Teatro João Verde. E mais uma vez foi excelente! Um concerto recheado de gargalhadas, intimidade, melodias e muito talento. Noiserv revela em palco tudo o que os grandes artistas têm: talento, humildade e uma grande facilidade em criar empatia com o público...
Mr.Carousel foi o tema escolhido para abrir o concerto (tema que nos fala das “voltas que o mundo dá”…). Simultaneamente, Diana Mascarenhas, ilustradora e prima de Noiserv, responsável por todas as capas dos seus discos, dava início à ilustração que, permanentemente projetada no fundo do palco, se revelou o fio condutor do concerto.
No final do concerto, a ilustração criada por Diana Mascarenhas estava finalizada: cinco "quadrados", cada um animado com diferentes situações, que (como uma espécie de puzzle), ao tomarem distintas posições, formaram a palavra ‘’Noiserv’’.
© Fotografias| Liliana Fernandes - Butterflies & Hurricanes
O alinhamento fez as delícias de uma fã como eu: 
  1.   realça, segundo Noiserv, ‘’ A importância que os sonhos têm na nossa vida mesmo quando nos prejudicam’’. Para esta música inspirou-se na vivência verídica de Francisco Lázaro, um carpinteiro e maratonista português que fez parte da primeira equipa olímpica portuguesa nos jogos de Estocolmo, em 1912, e que faleceu durante a prova
  2.  
  3.  
  4. , tema da banda sonora do documentário José & Pilar
  5. , música que nos fala da importância que as pessoas têm para nos sentirmos bem, mesmo quando estamos mal
  6.  , deixando no ar a importância de ter bons e verdadeiros amigos...
* Para ouvir basta clicar em cada um dos temas.


"A minha próxima vida quero vivê-la de trás para a frente "


Começar morto para despachar logo esse assunto. Depois acordar num lar de idosos e ir-me sentindo melhor a cada dia que passa. Ser expulso porque estou demasiado saudável, ir receber a reforma e começar a trabalhar, recebendo logo um relógio de ouro no primeiro dia. Trabalhar por 40 anos, cada vez mais desenvolto e saudável até ser jovem o suficiente para entrar na faculdade, embebedar-me diariamente e ser bastante promíscuo, e depois estar pronto para o secundário e para o primário, antes de virar criança e só brincar, sem responsabilidades. Aí então viro um bebê inocente até nascer. 

Por fim, passo 9 meses flutuando num spa de luxo com aquecimento central, serviço de quarto à disposição e espaço maior dia a dia, e depois - Voilà...! - desapareço num orgasmo. (Woody Allen)


FRASE DO DIA| Com suporte social tudo é mais suportável.

Nos nossos momentos de crise, a primeira ajuda, e fundamental, é o suporte social: família, amigos, conhecidos...Não é novidade, mas é realidade: em conjunto, com o outro, conseguimos, mais facilmente, encontrar soluções. E, claro, com suporte social tudo é mais suportável!
Escolhi esta música do novo disco de Noiserv, porque nos fala disso mesmo: da importância que as pessoas têm para nos sentirmos bem, mesmo quando estamos mal...

Quem segue o blog já se terá dado conta que sou fã da música de David Santos/Noiserv. Uma música Naif, repleta de sentimento e paixão. David Santos "cria, literalmente, peças de arte em forma de canções."
Acrescento ainda que tudo no novo disco "Almost Visible Orchestra" (A.V.O.) está pensado de forma a deliciar quem o ouve. Podem ouvi-lo AQUI

BREVES DESABAFOS

A vantagem da insatisfação permanente é a obsessão que isso cria em mim... em querer fazer mais e melhor, em ser mais e melhor, em dar mais e melhor, em conhecer mais e melhor, em partilhar mais e melhor, em amar mais e melhor...Para mim, o "agora" é bom, muito bom... mas sei que, querendo, posso subir sempre um pouco mais na escalada que é a vida...E o importante é nunca desistir. É assim que tenho e quero continuar a levar a minha vida: com esta certeza e com esta obsessão que me domina!

PENSAMENTOS SOLTOS| Ser líder é...

Ser líder não é uma opção. Acontece. Mas não acontece a todos. Nem todos os dias. Acredito que, para se ser líder, é preciso nascer-se com determinadas caraterísticas que fazem a diferença. E depois, ter a capacidade de as aperfeiçoar ao longo do percurso. Um líder ultrapassa obstáculos e vê oportunidades onde os outros vêm dificuldades. Um líder consegue decidir, apesar do medo. Um líder arrisca. Um líder acredita que é possível atingir objetivos, mesmo quanto todos dizem que é muito difícil. E mesmo quando tudo parece impossível. Um líder tem a humildade de dizer que se engana. Um líder rodeia-se de pessoas tão ou mais inteligentes do que ele e não se sente ameaçado com isso. Um líder não é aquele que gere dinheiro. É aquele que gere equipas e as mobiliza, levando-as à entrega a um projeto ou a uma causa, e assim consegue resultados. Um líder não corre sozinho. Um líder manda fazer, mas se for preciso também faz e isso não o diminui. Um líder ensina como se faz para que os outros possam evoluir. Um líder tem a capacidade de perder batalhas, mas levanta a cabeça e segue em frente...

RECORTES DE IMPRENSA| "Método de professor ajuda a melhorar notas em 30%", in Diário de Notícias

Quando chegou à escola, Jorge Rio Cardoso era mau aluno. Sozinho, conseguiu superar as suas dificuldades e hoje é professor universitário, trabalha no Banco de Portugal e ensina os mais novos a atingir melhores resultados.
Para Jorge Rio Cardoso, as escolas deviam ter uma disciplina para ensinar os alunos a estudar.
"Os professores têm de ensinar as matérias curriculares e estão condicionados pelo cumprimento dos respetivos programas, pelo que não têm muita margem para poderem trabalhar com os alunos métodos de estudo. Daí notar-se que há muitos alunos que não sabem estudar", defendeu o docente que, nos últimos anos, tem corrido o país para dar palestras nas escolas, onde ensina o seu método a alunos, professores e encarregados de educação.
Dividido em quatro fases, o método defendido por Jorge Rio Cardoso está explicado no livro "Ser bom Aluno: Bora Lá", onde se aprende a organizar apontamentos, fazer resumos ou memorizar. Continuar a ler AQUI

FRASE DO DIA| "Ser diferente não é errado, errado é ser igual"

Fala em voz alta o que pensas, mesmo que a voz te trema.
Discorda da maioria, mesmo que a maioria discorde de ti.
Faz o que achas certo, mesmo que sejas o único.
Escolhe o teu caminho, mesmo que ninguém te acompanhe. [Não te assustes, é assim mesmo: nem sempre quem vai na frente sabe qual é o caminho (ou se há um caminho a seguir...)]
Sê diferente.
Ser diferente não é errado, errado é ser igual.


DESEMPENHO E MOTIVAÇÃO

O que é que os melhores têm (para além das competências desportivas) que os outros não têm?
Têm níveis elevados de: Autoestima, Autoeficácia, Expetativas e Motivação/Determinação“Podes fazê-lo, só necessitas de um pouco de confiança”, é uma expressão muito familiar para os treinadores e desportistas.


O QUE É A AUTOEFICÁCIA?
Autoeficácia é a crença de que somos capazes de executar ou atingir determinados níveis de rendimento. 
O QUE É A AUTOESTIMA
O autoconceito é uma descrição do que o indivíduo sente acerca de si próprio; a autoestima dá um valor a esses sentimentos, representando uma autoavaliação da sua forma de ser ou estar; ou seja, a autoestima é o constructo que melhor representa o bem estar psicológico do sujeito.
 O QUE É A MOTIVAÇÃO?
É muito fácil um atleta sentir-se motivado quando os seus objetivos são atingidos (bons desempenhos desportivos, ausência de lesões, vitórias); difícil é continuar motivado quando as expetativas não são cumpridas, ou no surgimento de adversidades (injustiças, frustração, lesões graves).



MAS O QUE SIGNIFICA ESTAR MOTIVADO?
É a tendência para lutar pelo sucesso, de persistir face ao fracasso e experienciar orgulho pelos resultados conseguidos; é a direção (”sei o quero fazer, ter ou conseguir”) e intensidade (“envolvo-me com diferentes graus de intensidade, na direção que selecionei para a minha ação”) do esforço de um indivíduo.

Os julgamentos de autoeficácia determinam o nível de motivação, ou seja, é em função dos mesmos que o atleta tem o incentivo para agir e imprime uma determinada direção às suas ações, pelo facto de antecipar mentalmente o que pode realizar para obter os resultados. As crenças de autoeficácia influenciam o estabelecimento de metas, a quantidade de esforço e a perseverança em busca dos objetivos.
No contexto desportivo, um atleta motiva-se e envolve-se nas atividades, caso acredite que com os seus conhecimentos, talentos e habilidades poderá adquirir novos conhecimentos, dominar a técnica e melhorar as suas habilidades.

Com fortes crenças de autoeficácia, o esforço estará presente desde o início e ao longo de todo o processo, de maneira persistente, mesmo que sobrevenham dificuldades e contrariedades.
A compreensão da importância da autoestima, da autoeficácia e das expetativas no desempenho e motivação dos atletas é importante, atendendo  a que ajuda à formação especialmente de jovens atletas, que devem estar preparados para os momentos difíceis em que o corpo e a mente são testados ao máximo.


Acreditar no próprio valor e no sentido da perseverança e humildade, faz com que consigam ultrapassar os aparentes obstáculos e resistências aos seus progressos técnico, físico e mental.

A alta competição reside na boa formação dos atletas, essencialmente nos mais novos, daí a importância do trabalho de uma equipa multidisciplinar (psicólogo/treinador), cujo papel principal deve incidir na desdramatização tanto das vitórias como das derrotas, fazendo o jovem atleta concentrar-se na performance e na boa técnica.

“ A saúde mental positiva está diretamente correlacionada com o sucesso no desporto” (Morgan, 1985)


© Fotografias| Liliana Fernandes - Butterflies & Hurricanes
Contributo do blog para a página da equipa
Juvenis do Desportivo de Monção

O QUE DIZEM OS ESTUDOS| Quanto mais alto maior o salário

A altura interessa. As pessoas altas apresentam uma vantagem competitiva: as empresas compensam a altura com um salário superior. Estas possuem, ainda, um estuto mais elevado e são mais respeitadas.
Segundo Timothy Judge, professor da Universidade da Florida, por cada centrímetro a mais na altura corresponde um pagamento extra de 300 euros por ano, mesmo tendo em consideração outros fatores, como o género, o peso e a idade.
Por exemplo, 12 centímetros a mais na altura resultam num rendimento anual extra de 3.600 euros. De acordo com este investigador, a altura influencia mais o rendimento que o género. As mulheres altas possuem um rendimento superior ao dos homens mais baixos. Os mais altos iniciam as suas carreiras com salários mais elevados e mantêm esta vantagem durante todo o seu percurso profissional.
A altura também se encontra relacionada com o desempenho. As chefias consideram que os trabalhadores mais altos são mais eficientes.
© Fotografia| Butterflies & Hurricanes
Estou feita!

HOJE FUI PARA A COZINHA| Clafoutis de Peras

© Fotografia| Liliana Fernandes - Butterflies & Hurricanes
Ingredientes
4 peras
Canela para polvilhar q.b.
2 colheres (de sopa) de farinha
2 colheres (de sopa) de adoçante de cozinha
2 ovos
2,5 dl de leite magro

  1. Ligue o forno a 180ºC. Descasque as peras, corte-as em gomos não muito grossos e retire-lhes as sementes.
  2. Espalhe-as dentro de um prato de forno e polvilhe com canela. À parte, misture a farinha com o adoçante e depois junte os ovos. Adicione também o leite em fio, mexendo sempre até a massa ficar homogénea.
  3. Verta a mistura anterior sobre as peras e leve ao forno durante 15 minutos.

Sirva morno
Interesse nutricional: rica em antioxidantes e cálcio.

O QUE DIZEM OS ESTUDOS| Pressão arterial aumenta às segundas-feiras

O stresse de voltar ao trabalho na segunda-feira, depois de um fim de semana relaxado, pode provocar um aumento brusco da pressão arterial, de acordo com uma equipa da Universidade Médica das Mulheres de Tóquio. Foram estudados 175 homens e mulheres que utilizaram equipamentos para medir e registar a pressão arterial ao longo de uma semana. E foi precisamente às segundas que a pressão arterial dessas pessoas aumentou em relação a outros dias da semana, por outro lado, este aumento não foi registado no grupo de pessoas que permaneceu a dormir nesse período.
Os resultados divulgados na publicação médica "American Journal of Hypertension" vão de encontro ao fato de a maior incidência de mortes por acidente vascular cerebral e ataque cardíaco ocorrer à segunda-feira de manhã.

Relaxem e uma excelente semana!

DOS DIAS DE OUTONO

© Fotografia| Liliana Fernandes - Butterflies & Hurricanes
@ Milão
Duomo di Milano; Arco della Pace; Galleria Vittorio Emanuelle II; Clutch Massimo Dutti; Óculos Fly London

FRASE DO DIA| Para quê tanto individualismo? ... mais cooperação, por favor!

Conhecem a história dos três ratinhos do campo?

Certa vez, andavam três pequenos ratos a correr por entre campos todos atarefados a preparar os mantimentos para o Inverno.
O primeiro rato andava atarefadíssimo em busca de provisões, acartando todo o tipo de grãos e sementes para a toca.O segundo rato andava à procura de coisas que o mantivessem quente, e levou muitas palhas e materiais fofinhos para a toca.E o terceiro rato? Continuava a andar nos campos de um lado para o outro a olhar para o céu, depois para a terra e depois deitava-se para descansar um pouco (simpatizo com esta criaturinha!!). Os seus dois companheiros diligentes criticaram-no dizendo: "És tão preguiçoso, não te prepares para o Inverno, vamos lá ver como é que depois te vais arranjar!"
O terceiro rato não fez qualquer tentativa de se explicar.
Mais tarde, quando o Inverno chegou, os três ratos do campo esconderam-se na pequena toca apertada. Não tinham falta de alimentos e dispunham de tudo o que precisavam para se manterem quentes, mas não tinham nada com que se entreter ao longo de todo o dia. Gradualmente, o tédio foi-se instalando, e não faziam ideia de como passar o tempo.
Assim, o terceiro rato começou a contar histórias aos outros dois: acerca de uma criança que uma vez, numa tarde de Outono, tinha encontrado nos limites do campo e do que a viu fazer, acerca de um homem que viu junto ao lago numa manhã de Outono e do que ele estava a fazer. Contou-lhes conversas que tinha tido e falou-lhes de uma canção que tinha ouvido um pássaro cantar...
Foi só então que os seus dois companheiros perceberam que este rato do campo tinha andado a "arrecadar luz do sol" para os ajudar a passar o Inverno.

MURAL DA HISTÓRIA: a cooperação permite: maximizar os talentos de cada um; trocas enriquecedoras de de experiências e papeis, maximizar a criatividade e produtividade; novas abordagens e soluções para velhos problemas; maior responsabilização individual; gosto pelas tarefas a desenvolver e maior motivação nas metas a atingir.

A vida é um encadeamento de relações. Nada existe por si só, tudo é interdependente.
Para quê tanto individualismo? Mais cooperação, por favor!


© Ilustração Mafalda Gomes| Texto Liliana Fernandes, in Agenda Heratless

Pode Encomendar AQUI 

OU
Pontos de Venda
Livraria Ler Devagar LX Factory - Lisboa
Objectos Misturados - Viana do Castelo
Livraria Bulhosa - Centros Comercial Cascais Villa - Cascais
Livraria/Papelaria Raulida - Monção
Livraria/Papelaria Girassol - Valença
Loja-Kali's - Tires
Galeria Dama Aflita - Rua da Picaria, n.º 84.
Ó! Galeria - Centro Comercial Miguel Bombarda
Bagus.loja -  Rua da Picaria, n.º40.

O hábito da prática desportiva é meio caminho andado para uma vida saudável

© Fotografia| Liliana Fernandes - Butterflies & Hurricanes

Eis algumas vantagens da prática de Exercício Físico desde a infância:
  • Minimiza o eventual aparecimento de problemas ao nível das competências nas diferentes fases do desenvolvimento, isto porque são promovidas e desenvolvidas várias aptidões sociais, emocionais e relacionais nesta aprendizagem.
  • Promove o bom desenvolvimento muscular, melhoria do funcionamento do sistema respiratório e circulatório e ainda para a prevenção de doenças.
  • Contribui para o aumento da flexibilidade, do equilíbrio, do controlo da postura, da agilidade e da orientação espacial.
  • Diminui a probabilidade de ocorrência de depressão e ansiedade no futuro e melhora o autoconceito.
  • Estimula o desenvolvimento de competências, tais como a autonomia, a cooperação e compreensão – competências essenciais para o desenvolvimento psicológico.
  • Promove um desenvolvimento infantil mas adequado e aumenta a interação com os pais, elucidando-os para o seu papel nas primeiras interações sociais.
  • Proporciona à criança o bem-estar físico, afetivo-social e intelectual, através de atividades lúdicas e de diferentes tipos de exercício físico, que promovem o desenvolvimento, estimulam a curiosidade, a descoberta, a espontaneidade, a cooperação, a construção de identidade, de autoimagem positiva e de autoestima positiva, de autoconfiança, da compreensão dos vínculos afetivos, da comunicação e interação social e ainda da harmonia.
  • Contribui para o desenvolvimento de competências sociais (postura, expressão facial e visual).


Em suma, as vantagens do exercício físico são evidentes, quer se trate de natação, dança, ou jogo, desde o recém-nascido até ao jovem.
Contributo do blog para a página da equipa
Juvenis do Desportivo de Monção

Tia há 15 anos ♥

© Fotografias| Liliana Fernandes - Butterflies & Hurricanes

Garanto, estar com este morenaço por perto é o melhor antidepressivo!

DOS DIAS DE OUTONO| Os dias deram em chuvosos!

© Fotografias| Liliana Fernandes - Butterflies & Hurricanes

Um dia de chuva é tão belo como um dia de sol. 
Ambos existem; cada um como é. 
Alberto Caeiro, in "Poemas Inconjuntos" 

Heterónimo de Fernando Pessoa

BREVES DESABAFOS

Sou bem mais feliz que triste, mas às vezes fico distante. Presa no meu mundo. E perco-me. Perco-me em mim mesma como se não houvesse princípio nem fim nesta minha persistente mania de pensar e tentar encontrar explicação (e solução) para tudo…para a vida.

Entre a imaginação e a realidade: A Hipocondría

SER HIPOCONDRÍACO É...
Uma perturbação vista aos olhos da ciência
A Sociedade Americana de Psiquiatria define hipocondria como uma perturbação em que estão presentes as seguintes características em simultâneo:

  • Medo excessivo de ter uma doença, acompanhado por alguns sintomas.
  • A preocupação persiste apesar da avaliação médica se revelar negativa e do especialista assegurar que não há qualquer problema de saúde.
  • A situação leva a um estado de ansiedade e stresse que prejudica o comportamento do dia-a-dia em várias áreas (social, pessoal, profissional).
  • Mantém-se ao longo do tempo. Dura, pelo menos, seis meses.
O PÚBLICO-ALVO
A hipocondría é mais frequente entre as mulheres e surge principalmente entre os 30 e os 40 anos.

TESTE
Tendência para a hipocondria (descubra a probabilidade de vir a ter uma perturbação que é muito mais do que imaginação)
  1. Preocupação constantemente com a probabilidade de ter alguma doença grave?
  2. Sofre de dores e sintomas variados?
  3. Presta muita atenção a tudo o que acontece no seu corpo?
  4. Está muito preocupado/a com a sua saúde?
  5. Com frequência, tem sintomas de doenças muito graves?
  6. Se tem informação de alguma doença grave (através da imprensa, por exemplo) preocupa-se com a possibilidade de adoecer?
  7. Quando está doente, preocupa-se e incomoda-se se alguém diz que você já está melhor?
  8. Sente-se atingido por muitos sintomas diferentes?
  9. Custa-lhe a acreditar no médico quando ele afirma que não tem nenhuma doença?
  10. Tem a sensação de que as pessoas não levam a sério a sua doença ou queixas?
  11. Tem convicção de que a sua preocupação com a saúde é maior do que as dos seus amigos?
  12. Acredita que há algo no seu corpo que está a funcionar mal?
  13. Tem medo de ter alguma doença?
Avaliação: cada resposta afirmativa vale um ponto. Resultado igual ou superior a oito deve fazer com que questione a importância de procurar ajuda profissional.
Nota: Baseado no índice de Witeley

A EFICÁCIA DE UMA SOLUÇÃO porque a hipocondia tem tratamento
  • O tratamento da hipocondria tem duas componentes, a farmacológica e a comportamental.
  • Através da psicoterapia, psicólogos ou psiquiatras, procuram desconstruir a perturbação e todos os comportamentos que lhe estão associados.
  • Adaptando a terapêutica a cada caso, os psiquiatras têm como principais ferramentas farmacológicas os ansiolíticos e os anti-depressivos.
  • A duração do tratamento pode ir até um ano, mas este é, em geral, eficaz.
**
MÚSICA DO DIA

BULLYING NO TRABALHO

Ao contrário do que muitas vezes se pensa o bullying não existe apenas nas escolas e universidades. Há uma tendência cada vez maior para que seja praticado no local de trabalho. Este tipo de bullying adulto surge, não raramente, camuflado, e nem sempre a autoestima em baixo das vítimas é capaz de o denunciar. Há estudos internacionais com números assustadores sobre este fenómeno que está a avançar em passos largos, uma vez que em época de crise, os casos de bullying nas empresas dispara.

PERFIL DO BULLY
  • Indivíduos com personalidade autoritária
  • Forte necessidade de controlar e dominar os outros
  • Défice de habilidades sociais
  • Ponto de vista preconceituoso sobre os subordinados ou colegas
  • Forte preocupação com a autoimagem
  • Empenho em ações obsessivas e rígidas

COMO ATUA?
  • Ameaça ao estatuto profissional: através da minimização da opinião profissional dos colaboradores, da humilhação pública de cariz profissional, de acusações de falta de empenho, da atribuição de tarefas impossíveis de cumprir.
  • Excesso de trabalho: através da pressão indevida, da atribuição de prazos impossíveis de cumprir, da perturbação contínua e desnecessária do ambiente de trabalho.
  • Instabilidade no local de trabalho: através da falta de reconhecimento quando o colaborador presta um bom trabalho, do esvaziamento de funções ou atribuição de tarefas depreciativas, estar sistematicamente a lembrar o colaborador de um erro cometido, campanha de desacreditação do colaborador face aos colegas.
  • Ameaça à posição pessoal: através de ataques verbais como por exemplo gritos, atribuição de alcunhas depreciativas, insultos, intimidação, comentários depreciativos que podem estar ligados à idade, ao corpo, ao estilo de vestir ou até à orientação sexual. Através de rumores maliciosos.
  • Isolamento do indivíduo: através da não permissão de acesso a oportunidades profissionais, isolamento físico e/ou social, omitir informação importante para a concretização das tarefas atribuídas, pressão sobre os restantes colaboradores para não se socializarem com a vítima de bullying
(dedicarei mais publicações a este tema)


BREVES DESABAFOS

Adoro animais. Irritam-me alguns donos de animais que cumprindo, e bem, as suas funções de cuidadores os levam a passear mas não apanham os seus dejetos. Perturba-me, mesmo, perceber que ainda existem muitas pessoas que não o fazem... Mais civismo, por favor.

DOS DIAS DE OUTONO| Domingo

© Fotografias| Liliana Fernandes - Butterflies & Hurricanes

Os dias bons são os dias em que se acorda, tendo dormido oito, nove ou, melhor ainda, dez horas e, refletindo naquela ronha de quem já não consegue dormir mais mas gosta de ficar na cama (porque a temperatura e a companhia são perfeitas), se lembra que não tem nada para fazer, senão tomar o pequeno-almoço, o almoço, o chá e o jantar. E, se quiser, entretanto, nalgum intervalo qualquer, trabalhar, tanto melhor. Mas não importa. Dias de domingos…: dias de prazer sem saber. 
Os dias bons nunca acontecem. Acontecem, quando muito, cinco ou dez mil vezes numa vida...
Miguel Esteves Cardoso

SEGREDO PARA UMA VIDA MELHOR E MAIS LONGA

Se pensa que o segredo para uma vida longa e saudável passava por evitar o stresse, fazer desporto e manter uma alimentação equilibrada, desengane-se. Uma pesquisa publicada nos EUA “The Longevity Project Surprising Discoveries for Health and Long Life” desmistificou estas ideias ao afirmar que o estilo de vida é o traço mais importante para uma vida longa. Algumas dicas? Dedicar-se à carreira e à vida social na mesma medida, fazer atividades físicas que lhe dêem prazer ao invés de se esforçar em demasia por resultados na balança, interagir com a comunidade, sentir prazer com a profissão, ser consciencioso/a com o dinheiro, ter relações felizes, selecionar bem os amigos, não ser tão negativo/a mas, também, não ser excessivamente positivo/a e, principalmente, relaxar. Aproveite o dia-a-dia e não leve a vida ao extremo. O que nos faz viver mais e melhor é a forma como aproveitamos a vida que temos. Uma questão de postura, portanto!

HOJE FUI PARA A COZINHA| Tarte de batata com curgete e fiambre de frango

© Fotografias: Liliana Fernandes| Butterflies & Hurricanes
Ingredientes
  • 500g de batatas
  • 2 Cebolas
  • 2 Curgetes
  • Azeite para untar
  • 150g de fiambre de frango em fatias
  • Pimenta q.b.
  • 2 colheres (de sopa) de cebolinho picado
  • 4 ovos
  • 1dl de leite magro
  • 2 iogurtes naturais magros
  1. Descascar as batatas e cortá-las em rodelas finas. Descascar as cebolas e picá-las. Lavar as curgetes e laminá-las.
  2. Untar com azeite uma forma com cerca de 30 cm de diâmetro. Colocar na forma camadas alternadas de batatas, curgetes e fiambre às fatias. Cada camada deve ser temperada com pimenta e polvilhada com o cebolinho e cebola picada.
  3. Bater os ovos, juntar-lhe o leite e os iogurtes e envolver tudo. Regar os legumes com o preparado e levar ao forno aquecido a 200ºC para que coza durante cerca de 50 minutos.
(esta tarte é rica em proteínas de alta qualidade nutricional)


DOS DIAS DE OUTONO| Madrinha há 8 anos...

© Fotografias: Liliana Fernandes| Butterflies & Hurricanes

Quando penso em ti, penso numa bela borboleta…
 Assim como imaginam os poetas, as borboletas são belas, encantadoras, elegantes e coloridas! Quando em voo errante, parecem brincar entre as flores dos jardins, como poetizou Vinícius de Moraes no seu poema As Borboletas – “Brincam na luz as belas borboletas…”. Ao brincarem na luz parecem flores que voam ou luzes aladas… são por demais delicadas e gentis…tal como tu, minha bela borboleta!

...da tia e madrinha Li
 <3

Problema de Expressão

Costumo preferir os originais às versões, mas neste caso, e apesar de gostar da voz e trabalho da Manuela Azevedo, prefiro a versão da doce Sara Tavares...


Problemas de expressão? Quem não os tem!
…Porque o amor é…
Um desafio à razão,
Ou somente um desafio.
É silêncio.
É …
A soma de tudo
O que as palavras não dizem…
É nome que damos à mais sã das loucuras...

DOS DIAS DE OUTONO| "...Viver poeticamente na paixão..."

© Fotografias: Liliana Fernandes| Butterflies & Hurricanes
Sabonetes: Portogallo; Sabrinas: Mango; Bag: Zara; Pulseira: Massimo Dutti; Tartes: Atelier La Mie Câline; Elevador da Bica

A vida não é apensa para ser suportada ou vivida, mas planeada e construída...Eventualmente reprogramada, reconstruida. Não é preciso realizar nada de espetacular. Mas que no mínimo se tenha dado sempre o máximo!
Parafraseando Edgar Morin, "A vida não deve ser uma prosa que se faz por obrigação. A vida é viver poeticamente na paixão, no entuasiasmo."

DOS DIAS DE OUTONO| "Verbo que me define?"

© Fotografias: Liliana Fernandes| Butterflies & Hurricanes

Verbo que me define? Diria que é o verbo SENTIR. Eu sinto, sinto muito, sinto demais! Tudo. Todos. Mesmo quando tento não me envolver. Mesmo quando tento me esconder. Mesmo quando tendo não me mostrar. Mesmo quando tento disfarçar... Mesmo na falta de sentido para este sentir. Eu sinto, sinto muito, sinto demais! Tudo. Todos. E é por isso que às vezes as coisas magoam tanto. E é por isso que as minhas tristezas são profundas. E é por isso que o pouco me diz tanto. E é por isso que as minhas alegrias são intensas. Não tenho solução. O meu coração será sempre a minha razão. (Liliana Fernandes, in Agenda Heartless)

PISCAR OS OLHOS "DESLIGA" PARTES DO CÉREBRO

Quando piscamos os olhos, partes do nosso cérebro são temporariamente "desligadas", de acordo com um artigo publicado na revista científica "Current Biology". A equipa do University College, em Londres, demonstrou que o cérebro desliga partes do sistema visual a cada piscar de olhos e, como as pessoas não se apercebem que tal sucede, têm a impressão de uma "visão ininterrupta do mundo". Porém cada piscar de olhos dura entre 100 a 150 milésimos de segundo, e durante este tempo não há transmissão de informações visuais, nem há luz. Os investigadores utilizaram um dispositivo criado especialmente para avaliar os efeitos no cérebro e concluíram que cada piscar de olhos reprime a actividade cerebral no córtex visual, assim como noutras áreas do cérebro, geralmente activadas quando a pessoa está consciente de acontecimentos ou de objectos.


© Fotografia: Liliana Fernandes| Butterflies & Hurricanes
"Os olhos de um dos meus grandes amores"

TENHO DÚVIDAS

Quando a cabeça não pensa o corpo adoece (ou: "quando a cabeça não tem juízo o corpo é que paga")...Mas...quando a cabeça pensa demais o que é que acontece? Enriquece? Hummm...Tenho Dúvidas!

DOS DIAS DE OUTONO


© Fotografias: Liliana Fernandes| Butterflies & Hurricanes
Écharpe: Lafayette Collection

O QUE DIZEM OS ESTUDOS| Sofrer de Paranóia

Uma em cada três pessoas sofre de paranóia ou suspeita excessiva, segundo em estudo do Instituto de Psiquiatria do King's College, de Londres, o que pode colocar em causa a qualidade de vida das pessoas.
A equipa do instituto entrevistou 1,2 mil pessoas e perceberam que os níveis de paranóia são muito elevados e quase tão altos quanto os níveis de depressão e ansiedade.
O estudo concluiu que 40% dos entrevistados se preocupavam habitualmente com comentários negativos; 27% acreditava que outras pessoas os irritavam propositadamente; 20% considerava estar a ser seguido ou observado; 10% achava que alguém estava a "preparar" algo contra eles e 5% preocupava-se com uma possível conspiração que pudesse ter consequências negativas para estes.

Palco do Tempo

08 de Outubro de 1998, José Saramago torna-se o primeiro autor de língua portuguesa a ganhar o Prémio Nobel de Literatura.
Existe uma frase do "nosso Nobel da Literatura" que gosto de parafrasear: " Na vida não tenhamos pressa, mas não percamos tempo."

"Este ano, a Academia atribui o prémio Nobel da Literatura ao escritor português José Saramago...
que através de parábolas sustentadas pela imaginação, compaixão e ironia nos permite aprender continuamente uma realidade ilusória..."

Para ouvir| Noiserv - Palco do Tempo... da banda sonora do documentário José & Pilar.

FRASE DO DIA| "Somos o que somos, hoje, aqui e agora..."

Alguns de nós procuram, no passado, explicações e razões para dificuldades presentes, como se a história dos indivíduos fosse linear, os processos desenvolvimentais pré-determinados e a sequência de acontecimentos uma inevitável escorregadela no tempo. Outros olham para o amanhã, como se lá, e só lá, residisse o conhecimento, a sabedoria ou a verdadeira vida para viver. Projetam-se no futuro, no que irá acontecer, no que aí haverá de desconhecido e de incontrolável. É no que virá e no que se antevê que centram todas as expetativas, todas as energias, todas as realizações ou, inversamente, todos os temores, certezas e angústias

Se o recurso ao que conseguimos armazenar nos serve de guia quotidiano para as escolhas e decisões que, inevitavelmente, terão uma qualquer consequência, nada legitima a fuga sistemática que tendemos a fazer à única realidade que é nossa: somos o que somos, hoje, aqui e agora…Mas a verdade é que, invariavelmente, muitos de nós, acabámos a cantarolar em surdina: “Só estou bem onde não estou.”
Psicóloga| Liliana Fernandes
Butterflies & Hurricanes

António Variações - Além (um homem muito além do seu tempo!)
“…Vou continuar a procurar o meu mundo, o meu lugar
Porque até aqui eu só
Estou bem
Aonde não estou
Porque eu só estou bem
Aonde eu não vou..."